14maio

Mudança de casa: como fazer para me sentir em casa no novo imóvel?

Mudança de casa: como fazer para me sentir em casa no novo imóvel?

A mudança de casa costuma ser vista por muitos como um processo trabalhoso e cansativo. Mas não precisa ser assim. Habitar um novo espaço pode ser algo bastante positivo, já que traz inúmeras possibilidades para atualizar a rotina e adotar outro estilo de vida. Um lugar diferente também permite fazer a montagem dos cômodos do zero — ótima notícia para quem sempre quis compor uma decoração com a cara dos donos.

Vai passar por uma mudança em breve e não sabe por onde começar? Confira as dicas que separamos pra você e descubra o que fazer para se sentir em casa no futuro local de moradia!

Conheça bem o imóvel

Muitas pessoas recorrem às imobiliárias para alugar ou comprar. Nesse processo, o corretor costuma levar o cliente até o imóvel e complementar a visita com tours virtuais, imagens ou vídeos da edificação. Tudo isso para que a avaliação dos ambientes internos e áreas externas seja feita com precisão.

Porém, mesmo após decidir sobre o imóvel, é fundamental que você faça novas visitas até o local. Isso permitirá conhecer mais a fundo o tamanho dos recintos e áreas do entorno. Se possível, leve uma trena para conferir as medidas dos cômodos e o posicionamento das aberturas (janelas e portas).

Essa análise permitirá ter real noção do espaço disponível para abrigar suas coisas. A partir disso, você já consegue definir o que será levado para a nova casa e o que será descartado. Equipamentos e móveis antigos, por exemplo, podem ser doados ou vendidos antes da mudança.

Pesquise sobre empresas de transporte

Encontrar um bom serviço em qualquer área exige alguns cuidados. No caso da mudança de casa, você precisará contratar uma transportadora para levar os bens e pertences com segurança. Faça a pesquisa com alguns dias de antecedência para analisar diferentes opções e comparar preços.

Avalie o atendimento de cada empresa e leia depoimentos de antigos clientes na internet. Assim saberá se o trabalho é de qualidade, conta com profissionais capacitados e tem bom custo-benefício. Se achar necessário, peça indicações a amigos e familiares que já utilizaram esse tipo de serviço na região.

Procure escolher a transportadora o quanto antes, a fim de ter tempo suficiente para organizar as coisas e esperar o caminhão sem preocupações. Logo que fechar negócio, combine a data e o horário do serviço para que a empresa faça o agendamento e evite problemas com atrasos.

Planeje o processo de mudança de casa

Você não precisa dominar a mágica da arrumação para organizar as coisas com eficiência. Basta um pouco de planejamento e tudo se ajeita, sem estresse. Para começar, providencie materiais de apoio para armazenar ou cobrir todos os itens que serão levados para a nova casa.

Entre os materiais básicos estão caixas de papelão (encontradas em feiras e supermercados), cordas, fita adesiva e pedaços de tecido para envolver equipamentos maiores. Em seguida, você deve:

Embalar os objetos

Separe todas as coisas em categorias que possam facilitar o empacotamento. Por exemplo: na cozinha, coloque as louças delicadas em um canto, os potes de plástico em outro, e assim por diante. Faça isso em todos os cômodos para começar a embalar.

Peças grandes, como móveis e eletrodomésticos, não precisam de recipientes especiais. Porém, se algum modelo tiver acabamento específico que demande maior cuidado, a dica é cobri-lo com uma manta, tapete ou cobertor — o pano pode ser fixado com corda ou fita adesiva.

Se houver desmonte de peças, lembre-se de guardar todos os parafusos e elementos de encaixe em sacolinhas de plástico. Isso facilitará no momento da montagem.

Objetos frágeis podem ser revestidos com jornal ou plástico bolha antes de serem colocados nas caixas. Envolvê-los em materiais protetores evitará atritos e impactos durante o transporte. Por fim, identifique o conteúdo das caixas com etiquetas para que sejam levadas aos cômodos certos durante a mudança.

Separar pertences

Enquanto aguardam o momento de transportar tudo para a nova casa, você e seus familiares precisarão de calçados, algumas mudas de roupa e materiais que são usados com frequência, como celulares, notebooks e seus carregadores.

Esses elementos não devem ser guardados em caixas, para evitar transtornos — imagina ter que procurar itens específicos a todo momento? Por isso, converse com a família para que separem o que é essencial e para que tenham conforto e tranquilidade na véspera da mudança.

Outro cuidado importante é guardar itens de valor, como joias e aparelhos eletrônicos, em bolsas e mochilas que ficarão com os donos. Afinal, por mais que você confie na transportadora, não estará livre de sofrer prejuízos com possíveis furtos de carga durante o trajeto.

No dia da mudança de casa, os pertences especiais deverão ser levados separadamente, no veículo da família ou de alguém de confiança. Vasos com flores também são exemplos de itens que podem ser transportados no carro para evitar danos às plantas.

Monte um ambiente de cada vez

A mudança de casa sempre traz um pouco de inquietação, afinal, todo mundo gosta de ver novos ambientes montados para desfrutar com pessoas queridas. Apesar disso, é importante que você contenha o entusiasmo para prever a posição certa de cada coisa.

Para começar, verifique a condição dos ambientes internos para saber se precisará de uma limpeza mais reforçada. Na maioria dos casos, varrer e passar um pano úmido nos pisos é suficiente. Faça isso um dia antes de receber a transportadora para garantir que as superfícies sequem por completo.

No grande dia, aproveite a presença dos funcionários da empresa para posicionar os móveis e eletrodomésticos mais pesados. Depois, peça para que descarreguem todas as caixas nos devidos cômodos (a identificação com etiquetas é importante justamente nesse momento).

Para planejar a disposição das coisas e otimizar espaço, monte um ambiente por vez. Assim você evita a temida impressão de bagunça e foca em um único lugar. Aos poucos, verá a residência tomando forma com as peças e acessórios para, então, chegar à melhor fase: decorar com seu estilo favorito.

Personalize a decoração

Personalização é o segredo para deixar o lugar com a sua cara. Por isso, não hesite em adicionar cores, estampas e texturas que tenham a ver com o seu perfil. Como dissemos, habitar um imóvel diferente é uma das melhores maneiras de explorar novos ares e testar possibilidades.

Há uma infinidade de recursos para transformar os pisos, paredes e outras superfícies construídas da residência. Com pastilhas, revestimentos cerâmicos, trabalhos de pintura e até mesmo adesivos, você consegue agregar um tema específico no local de moradia.

Outros elementos essenciais para montar ambientes exclusivos são os móveis planejados. Desenvolvidos a partir de projetos que se baseiam nas necessidades dos moradores, esses modelos se encaixam perfeitamente no espaço e podem apresentar diversos tipos de formatos e acabamentos, conforme o gosto do cliente.

Seguindo nossas dicas, com certeza terá um novo lar mais bonito, funcional e agradável para curtir momentos em família e receber bem os amigos.

Tem interesse em ver mais conteúdos como este? Assine a newsletter do blog e garanta acesso às próximas publicações!

Powered by Rock Convert