12abr

iSaloni 2017: conheça as tendências apresentadas na maior feira de design mobiliário

iSaloni 2017: conheça as tendências apresentadas na maior feira de design mobiliário

Realizada  desde  1961,  a iSaloni é  a  mais  conhecida  feira  do  mundo  relativa  à mobília. Atualmente  possui  dois  enfoques,  intercalados  entre  anos  pares  e  ímpares. Nos  anos pares, a grande protagonista é a EuroCucina, que engloba a mobília de cozinhas e salas com  maestria,  e precisamos  confessar  que  é  a  melhor  opção  para conferir  as  reais novidades da arquitetura e do design de interiores. Já, nos ímpares, como nesse ano, os protagonistas são a Euroluce e o Salão Internacional do Móvel, focados em tudo o que há  de  mais  inovador  em  iluminação  residencial  e conceitos gerais  para  mobília decorativa, como estofados e poltronas, por exemplo. O evento é único e perfeito para todos que desejam encontrar mais inspiração, pois lá a criatividade é unida à capacidade produtiva. 

Boas confirmações de outras feiras europeias do início deste ano estiveram presentes nesta  edição da  iSaloni.  A  madeira  natural  foi  um  dos  principais  focos,  ressaltando  o viés de conexão com a natureza, proveniente de indústrias cada dia mais responsáveis em termos de ecologia. Esse é um belo exemplo que precisa ser repetido no Brasil.

Esse ano a Moroso, com seu mobiliário ultra descolado, podendo ser considerado um mix entre o que há de mais contemporâneo com toques retrô cheios de personalidade, demonstrou  a  sua  identidade como  forma  de  reivindicar  a  arte  dos  tecidos  e  dos trabalhos  manuais  dentro  das  residências. Possuir  uma  mobília  deles  é  como  atestar que  o  design  da  sua  residência  é  autêntico  sem perder  o  charme  e  a  capacidade  de inovar. É um luxo!

Dentre os estilos que apareceram com mais força, o retrô esteve bombando. Inúmeros expositores exploraram  as  tendências dos  anos  50,  trazendo  cores  e  formas  que lembram muito essa década fantástica.

A respeito  das  tendências  mais  fortes,  é impossível  não  falar  do  design  escandinavo, que trouxe as formas essenciais da cultura nórdica (madeira clara + tons ultra claros). Realmente, mais que uma moda passageira, dessa vez, a pegada escandinava veio para ficar.  E  é  fácil  de  entender  as razões  disso:  design  limpo,  aparência  aconchegante  e moderação  nas  formas  geométricas. Tudo o  que  torna  uma  simples  mobília  em  uma verdadeira peça de arte, hoje nem tão rara, mas tão importante quanto.

Seguindo   o   que   os   nórdicos   nos   ensinam   constantemente,   o   conceito   Hygge, proveniente dos  cafés  dinamarqueses,  esteve  presente  como  grande  conceito  geral: crie  um  design confortável  e  convidativo  para  momentos  de  lazer  e  esteja  na  crista dessa onda de conforto tão desejada pelos consumidores mundo afora.

O  Hygge,  diferente  de  muitas  tendências  que  cuidam  apenas  da  aparência,  vem  para desconstruir a forma como pensávamos na casa. Um estilo de vida que é refletido em conceitos estéticos, mas que busca acima de tudo o conforto e o aconchego.

Falando  em  acabamentos,  os metais  reinaram.  De  todas  as  formas,  robustos  ou elegantes, estiveram  presentes  em  inúmeros  exemplares  do  design  contemporâneo. Com  acabamentos nem  tão  rústicos  quanto  em  outras  edições  da  iSaloni,  em  2017,  o refinamento  dessa tendência  vem  revestido  com  acabamentos  mais  elegantes  e  com toque agradável.

Essa  edição  também  contou  com  a xLux-indústria  dedicada  ao  luxo  atemporal, apresentado de uma  forma  contemporânea,  agradando  aqueles  que  gostam  do estilo mais clássico sem abrir mão do atual.

Com um novo formato, os pavilhões 2 e 4 apresentam o nome Clássico: Tradizione nel futuro. Com um layout mais homogêneo, levam o visitante a um ambiente baseado em valores como  riqueza, conhecimento,  habilidade  e  maestria  na  hora  de fazer objetos clássicos.

E,  para  aqueles  que  queriam  ver  as  novidades  da  iluminação,  tivemos  a  Euroluce,  que está  em  sua  29º  edição,  oferecendo  o  que  há  de  melhor  no  mercado  luminotécnico, tanto  industrial  quanto residencial.  Apresentou também  soluções  de  automação, mostrando  uma  atenção especial  com  a  economia  de  energia,  sustentabilidade  e poluição luminosa.

O  Workplace 3.0  está  em  sua  18º  edição.  Sua  proposta  principal  é  buscar inovação dedicada ao design e à tecnologia para espaços de trabalho. Com soluções focadas nas mudanças do mundo e na  nova forma de trabalhar, apresenta  soluções para escritórios de todos os tipos, promovendo uma reflexão sobre como trabalharemos no futuro, possibilitando a escolha entre home office e coworking.

O  Salone  Satellite  está há 20 anos promovendo  a criatividade e,  mais uma vez, apresenta a curadoria de Beppe Finessi.  Este ano recolheu  mais de 500 projetos, repensando em toda a  história do evento, promovendo o diálogo  do designer com o mundo. Desta vez, o tema escolhido foi “O projeto é…?”, um  tema atual que vem ao encontro destes novos designers.

Como sempre, muitas tendências puderam ser destacadas e,  entre elas, está a forma como os animais  de  estimação  têm  se  tornado  integrantes  da  família.  Assim, merecendo objetos com design exclusivo para eles, arquitetos e designers estão propondo móveis e soluções para as pessoas que dividem o lar com seus companheiros de quatropatas.

Outra  discussão  levantada  durante  a  feira  foi  o  surgimento  de  novos  modelos  de habitação, com  base  na  partilha e  cooperação,  que  inicialmente  surgiram como  uma forma de diminuir despesas, mas agora tomam forma com a necessidade de mudanças sociais e culturais, que estão redefinindo estilos de vida contemporâneos.

Essa  necessidade  está  ligada  à vontade que  temos de fazer  parte  de  um  grupo  e, podendo escolher este grupo, optamos por um onde possamos nos apoiar e crescer de acordo com nossas características particulares.

Fonte: Refresher

Olá, tudo bem? Gostaria de informações sobre a Finger.