03jun

Dicas para espantar o frio: Não fique de fora!

Dicas para espantar o frio: Não fique de fora!

Texto: Kellyn Boniatti

 

O inverno não é desculpa e, mesmo com as baixas temperaturas, exercícios físicos são fundamentais. Uma rotina saudável combina com corpo em movimento… não fique de fora e confira essas dicas para espantar o frio!

É fato: frio combina com sofá, cobertor, filme e lanches apetitosos. Com as baixas temperaturas, muitas vezes, esquecemos o quanto manter o corpo em movimento é importante. No que diz respeito à saúde, seguir uma rotina de exercícios físicos também no inverno faz toda a diferença e, ainda que a preguiça fale mais alto, a dica é investir nas atividades com foco total. De acordo com Bruna Crachi, Michelle Amorim e Wagner Favale, equipe da PinkFit Training, ter uma rotina de treinos, independente da estação do ano, é fundamental para conquistar uma evolução gradativa no condicionamento e uma adaptação fisiológica adequada, com resultados mais duradouros.

Para quem ainda não está convencido, vale lembrar dos benefícios que as atividades físicas trazem durante o inverno. Você sabia que as baixas temperaturas ajudam a queimar até 30% a mais de calorias? De acordo com Bruna, o frio é um termogênico natural, pois faz com que o corpo queime mais calorias para se manter aquecido. A profissional indica o uso de roupas leves e a ingestão de líquidos antes, durante e depois dos exercícios, mesmo sem sede, evitando uma possível desidratação. Como o corpo em repouso demora mais tempo para atingir a temperatura ideal para a atividade física, o aquecimento muscular também é essencial, intensificando o ritmo progressivamente. Outra dica é escolher horários específicos para os treinos, priorizando aqueles momentos do dia em que se sente mais disposição – ou, ainda, aproveitar o tempo na rua para emendar com a atividade física. “Se você prefere treinar à noite, vá para a academia logo após o trabalho, sem passar em casa”, sugere Bruna.

Foto: Shutterstock

Alternativas para o bem-estar

Com a queda da temperatura, o sistema imunológico é um dos mais afetados e seus sinais são muito evidentes. Sua fragilidade traz à tona alergias, doenças respiratórias e a resistência corporal é prejudicada. Devido à contração muscular, cãibras também são comuns, por isso manter o corpo aquecido é importante, “principalmente as extremidades, que tendem a ficar mais expostas. A dica é usar roupas adequadas para o período, além de ingerir alimentos ricos em vitamina C, utilizar bolsas de água quente, beber bastante água e investir em exercícios físicos”, sugere a fisioterapeuta e instrutora de pilates Júlia Gandara. Para quem busca exercícios diferentes – o que pode, inclusive, ser uma boa motivação para sair de casa –, opções não faltam e podem agradar a diferentes estilos. Entre as dicas, as aulas de pilates conquistam cada vez mais adeptos e são ideais para quem sente dores no corpo com a chegada da estação fria. “As temperaturas baixas provocam uma vasoconstrição, prejudicando a circulação do sangue em todo o corpo. Essa é uma provável causa da maior sensibilidade à dor nesta época. Outro fator é a musculatura, que em busca de aquecimento tende a se contrair mais, deixando algumas regiões mais doloridas”, explica Júlia.

Segundo ela, essa tensão pressiona nervos, articulações e tendões,  impossibilitando o movimento leve e natural do corpo. Para evitar o desconforto, as aulas de pilates podem ser grandes aliadas. “A atividade é um benefício para o fortalecimento ósseo, aumentando a mobilidade e a flexibilidade nas articulações e o alinhamento postural. Vale lembrar que ajuda na circulação sanguínea e linfática e também diminui a viscosidade muscular e os problemas respiratórios”, diz. Além de todos os benefícios para a saúde, o pilates auxilia na redução de medidas, já que tonifica a musculatura. Segundo a  fisioterapeuta, a região mais beneficiada é o abdômen, visto que os exercícios exigem a constante contração da área. “Somados a equilíbrio, coordenação, consciência corporal e flexibilidade, o fortalecimento de músculos profundos, abdômen, coluna e assoalho pélvico ajuda a formar um cilindro de estabilidade em volta da coluna”. Em busca de resultados positivos, Júlia orienta a associação do pilates a outras atividades, como treinos aeróbicos, musculação e, inclusive, ioga, auxiliando no alongamento, na flexibilidade e na concentração. “Se você já pratica outros esportes, recomendo o pilates de 1 a 2 vezes por semana, mas caso seja sedentário, o ideal são 3 aulas semanais, com duração de uma hora cada”, explica.

 

bemestar

Foto: Freepik

Para garantir a qualidade de vida no inverno, mesmo nos dias mais frios, profissionais reforçam a importância dos exercícios físicos.

Saúde física e mental

Aliada aos demais exercícios, a ioga proporciona bem-estar e relaxamento graças aos efeitos de respiração e posturas, as quais geram resultados físicos e mentais. “O frio causa uma retração natural do corpo e, consequentemente, o estado de preguiça mental se manifesta. Manter o corpo ativo através das posturas, respirações e alimentação adequadas ajuda a superar essa tendência”, explica Babi Minamoto, coach de Shri Vivek Yoga. De acordo com ela, o alcance do bem-estar está relacionado a diferentes dimensões – física (corpo), psíquica (mental) e energética (compreensão) – e através da ioga o indivíduo aprende a respeitar a natureza de cada estação do ano, alcançando o equilíbrio através deste conhecimento. “Manter o corpo em movimento faz com que as células sigam ativas, evitando o acúmulo de toxinas. Isso também gera energia, oxigena o cérebro e cria condições mentais para atuarmos na direção que necessitamos”, diz.

pilates

Foto: Freepik

As aulas de pilates auxiliam no fortalecimento ósseo, na flexibilidade e no alinhamento postural, além de beneficiar a circulação sanguínea.

Corpo aquecido e saudável

Com a prática de pelo menos 30 minutos diários, a ioga também traz benefícios para a saúde. “Um corpo que não se exercita tende a ficar mais rígido, prejudicando a circulação e, assim, as toxinas se acumulam, criando um terreno fértil para alergias, que se manifestam principalmente através da pele e das vias respiratórias”. Nos dias mais frios, é indispensável que o praticante aqueça suas articulações e todo o corpo antes da aula. “Durante a prática, cuide para que o frio não entre no corpo, por isso utilize um tapete isolante adequado, mantas e roupas confortáveis”, orienta.

ioga

Foto: Freepik

O importante é escolher a atividade que mais se encaixa com o seu perfil, pois somente assim você encontrará motivação para deixar a preguiça de lado e se exercitar com energia durante alguns minutos diários. Afinal, manter o corpo em movimento independente da estação do ano é sinônimo de bem-estar, qualidade de vida e mais disposição para a rotina.

 

Gostou das nossas dicas? Confira o nosso post sobre como montar um jardim de inverno, nessa estação super charmosa que está só começando!

Olá, tudo bem? Gostaria de informações sobre a Finger.