08maio

Descubra 5 dicas para otimizar espaço no apartamento

Descubra 5 dicas para otimizar espaço no apartamento

Todo imóvel pode ser melhor aproveitado com uma boa decoração. Isso inclui a disposição correta dos móveis, a escolha das cores e o uso de estratégias que permitam economizar área útil.  Otimizar espaço no apartamento é uma excelente alternativa.

Inclusive, vários benefícios surgem quando você se preocupa em otimizar espaço no apartamento: corredores de passagem confortáveis, cômodos harmônicos e uma experiência mais agradável dentro do próprio lar.

Ficou com vontade de ter tudo isso? Pois saiba que temos dicas especiais para você! Acompanhe e descubra como transformar os ambientes em suas melhores versões!

1. Utilize peças funcionais

Funcionalidade é uma palavra que deve estar presente em seu dia a dia. Ao optar por peças que desempenham funções importantes, você evita o acúmulo de itens que não agregam facilidades à rotina. Por exemplo: em vez de optar por um painel liso na sala, por que não investir em um modelo equipado com compartimentos?

Dessa forma, você não só tem uma superfície para apoiar a TV, como também ganha espaço para armazenar controle remoto, cabos, aparelhos e outros pertences. Móveis que têm mais de uma função são ótimos para apartamentos pequenos porque dispensam a necessidade de outros modelos.

O layout de cozinha americana também é uma boa solução. Nesse espaço, um balcão ou ilha pode funcionar como superfície para o preparo de alimentos e área de refeições. Se o tampo tiver tamanho adequado para comportar todos os moradores, é totalmente possível dispensar a mesa de jantar e liberar espaço.

2. Priorize os móveis planejados

Com o passar do tempo, é comum que as pessoas acumulem peças de lojas diferentes: um sofá com visual clássico, uma estante trabalhada em linhas retas, uma mesinha de centro que não combina com nada etc. Essa mistura de modelos pode fazer com que tudo pareça estar fora do lugar, dificultando a montagem do ambiente.

Uma forma de evitar contrastes e incompatibilidade de estilos é apostar nos móveis personalizados. Eles são feitos sob medida por uma empresa especializada e podem ter todas as características que você deseja. Com um projeto de planejados, é possível obter peças mais harmônicas, com o mesmo design e tipo de acabamento.

A possibilidade de editar as medidas de cada modelo também faz com que a mobília se adapte perfeitamente ao ambiente em que será colocada. Quer maneira mais inteligente de otimizar espaço no apartamento? Invista nessa solução para ter móveis de qualidade e que aproveitam cada milímetro dos cômodos.

3. Invista em nichos e prateleiras

Um erro cometido por algumas pessoas no momento de mobiliar os ambientes é preencher grande parte do piso com peças pesadas e volumosas. Além de manter os recintos apertados, com a sensação de que encolheram, essa atitude também prejudica a circulação dentro do apartamento — afinal, sobram menos corredores para transitar entre os cômodos.

Uma alternativa para reduzir a quantidade de móveis é tirar proveito do espaço vertical. Em outras palavras, ocupe melhor as paredes para armazenar objetos, expor artigos decorativos e pendurar pertences. Para isso, utilize as versáteis prateleiras e os jogos de nichos. Há modelos de diversos tamanhos e estilos para você escolher.

Essas peças simples atuam como complementos dos móveis planejados. Por servirem de suporte a uma infinidade de acessórios, ajudam a manter tudo arrumado. Faça o teste e observe como a organização será mantida por muito mais tempo, sem peças acumuladas sobre o chão, cadeiras, mesas e outras superfícies.

4. Evite barreiras visuais

Outra forma de otimizar espaço no apartamento é eliminar o excesso de divisórias, pois fazem com que os cômodos pareçam menores e menos funcionais. Imóveis com conceito aberto não têm esse problema porque muitas de suas áreas ficam interligadas — especialmente as salas (de estar e de jantar), cozinha e lavanderia.

Portanto, mesmo que você queira criar pequenas separações em ambientes integrados, a dica é que o faça com elementos baixos e discretos. Em vez de construir uma divisória, instalar um painel vazado ou colocar uma grande estante entre dois cômodos, por que não posicionar um aparador ou uma floreira no lugar? Essas peças não têm tanta altura e, por isso, não criam barreiras visuais.

Se preferir, você pode utilizar a diferenciação de pisos (uma parte de madeira, outra de cerâmica) ou de pintura de parede (uma amarela, outra branca) para definir onde começa e termina cada área. São soluções ótimas porque, além de não demandarem a adição de elementos verticais, agregam um toque a mais de cor e textura ao seu apartamento.

5. Planeje a decoração

O modo como você compõe cada ambiente também interfere na percepção geral do local de moradia. Com base nas escolhas de itens decorativos, materiais e outros recursos, é possível transmitir sensações específicas (positivas ou negativas) e alterar toda a rotina de quem vive no apartamento.

Cores

Cada tonalidade do círculo cromático tem relação com determinados valores e sentimentos. As cores também são capazes de ampliar ou reduzir visualmente um espaço. Use o poder das diferentes nuances a seu favor.

Se o objetivo é otimizar espaço, por exemplo, o ideal é priorizar as cores claras na maioria dos elementos. Vale aplicar cinza, bege, creme ou tons pastel nas paredes, forros, pisos e até nos móveis. Tome cuidado também com a mistura exagerada de nuances para não gerar poluição visual.

Estilo

Defina um tema de sua preferência para incluir no apartamento. Dessa forma, você escolherá a mobília, os revestimentos, os objetos e demais recursos com base em uma estética específica. O resultado será um ambiente mais harmônico, equilibrado e sem confusões quanto ao estilo.

Manter a linguagem em todos os cômodos também proporciona o efeito de continuidade, que, por consequência, gera amplitude. Quem observa esse tipo de composição enxerga um projeto coerente e adequado ao perfil dos moradores.

Acessórios

Os excessos são agravantes na decoração de apartamentos. Então, evite combinar muitos objetos e acessórios em um único ambiente. O visual pesará ainda mais se você expor itens pequenos em grandes quantidades — bibelôs, conjuntos, vasilhas, potinhos e outras peças.

Uma forma de reduzir o volume de artigos é selecionar seus preferidos e guardar o restante. Com o tempo, é possível fazer o rodízio de acessórios, substituindo os que estão em uso por modelos que estavam armazenados em alguma gaveta, caixa ou armário.

E então, já conhecia alguma das estratégias para otimizar espaço no apartamento? A parte boa é que elas permitem adequar os ambientes com coisas que você gosta, seja um estilo especial, um modelo de mobiliário ou uma cor.

Agora, se você ficou com vontade de investir em móveis planejados, entre em contato e descubra como obter um projeto exclusivo!

Powered by Rock Convert
Olá, tudo bem? Gostaria de informações sobre a Finger.