04jan

Parede de cimento queimado: invista nessa tendência

Parede de cimento queimado: invista nessa tendência

Uma das melhores maneiras de atualizar a aparência da casa é substituir os acabamentos das principais superfícies. Nas paredes, por exemplo, você pode combinar cores, assentar revestimentos, colar adesivos, aplicar texturas e até brincar com efeitos exclusivos, como o cimento queimado.

Apesar do nome, essa técnica não tem nenhuma relação com fogo ou calor. Sua mistura leva água, cimento e areia para compor um efeito mesclado incrível. Se você já viu esse acabamento em algum lugar e ficou com vontade de testá-lo, está no lugar certo.

A seguir, vamos falar sobre o modo de preparo do material, os estilos mais indicados e as vantagens relacionadas. Prossiga com a leitura e tire suas dúvidas!

Como é feita a parede de cimento queimado?

Hoje, com tantas soluções em produtos e insumos, é possível obter bons resultados com diversos métodos. A técnica tradicional, no entanto, consiste em “queimar o pó de cimento” ao jogá-lo sobre a argamassa ainda úmida. O processo, junto ao alisamento da superfície, gera o famoso aspecto rústico.

Outras formas de compor elementos arquitetônicos com esse visual incluem a aplicação de texturas prontas (com o tom desejado), o uso de porcelanatos que simulam o cimento queimado e até a colagem de papéis de parede que tenham estampas inspiradas no material.

Vale destacar que o tradicional cinza e outras cores neutras são as preferidas, visto que transmitem sobriedade e um grau de elegância aos ambientes. Ainda assim, saiba que você tem a opção de incluir pigmentos específicos na mistura para obter um cimento colorido.

Com quais estilos decorativos combina?

O cimento queimado, como dito, pode ser trabalhado em diversas cores. Isso amplia as possibilidades na hora de repaginar a decoração da casa. É claro que a tonalidade cinza, por ser discreta, tende a harmonizar melhor com diferentes espaços, dos clássicos aos minimalistas.

Não há regras para aproveitar essa técnica em um projeto de interiores. O importante é que você esteja confiante em relação à escolha e considere a aparência geral do cômodo antes de apostar no acabamento. Veja alguns exemplos de estilos que valorizam o cimento queimado.

Rústico

Dependendo da espessura e da intensidade das manchas, o cimento que passou pela queima pode apresentar um visual grosseiro. Mas isso não é algo negativo, principalmente se o seu objetivo é trabalhar com elementos que tenham característica rudimentar.

A técnica funciona bem no tema rústico porque remete a algumas rochas naturais, que são frequentemente usadas em lareiras, muretas e até painéis decorativos. Também cai bem com peças que têm bordas ou acabamentos irregulares, como madeira de demolição, pedras, tijolinho maciço e tapetes de couro.

Industrial

Como o próprio termo indica, esse tema está associado às antigas construções de fábricas. Sua marca, portanto, inclui ambientes amplos e integrados, bem como estruturas e instalações aparentes. A aparência final realmente lembra uma instalação de indústria.

cozinha industrial com cimento rustico

Como ocorre em muitos galpões e grandes prédios, o cimento passa a ser protagonista e é combinado a cabos de aço, vigas de madeira e colunas de concreto. Em residências, o aspecto rudimentar pode ser quebrado com alguns itens coloridos, como móveis, eletrodomésticos e acessórios.

Moderno

A decoração moderna ou atual também é favorecida pelos acabamentos neutros, que vão do cinza-claro ao chumbo. Nesse tipo de proposta, o cimento queimado é bem-vindo para complementar superfícies com diversas cores, estampas e texturas.

Até os apaixonados pela atmosfera clean ou minimalista conseguem se render ao material, já que ele é uma excelente opção para renovar as paredes. O bom é que isso ocorre sem gerar poluição visual ou acrescentar detalhes exagerados à composição.

Em quais cômodos utilizar a técnica do cimento queimado?

Todo ambiente pode receber esse tipo de acabamento, mas é importante considerar o efeito que terá ao lado dos itens já existentes. Um cômodo muito escuro e composto por peças robustas, por exemplo, corre o risco de parecer “frio” e pesado com a adição do cimento queimado.

home com cimento queimado

Projeto: @amaraltenorioarq – Execução: @fingerpiedade.loja – Foto: @fotocomph

Uma dica para não errar é fazer simulações de cores na parede. Existem aplicativos que permitem incluir tonalidade de tinta para visualizar o resultado e favorecer sua decisão. Nesse caso, mesmo que não tenha a opção de textura, você pode selecionar a cor cinza e observar o efeito na parede do recinto.

Outra alternativa eficaz para aumentar as chances de acerto é pesquisar referências na internet. Ou seja, buscar imagens de ambientes montados com o cimento queimado e que se aproximem dos espaços que você tem na sua residência. Veja algumas ideias interessantes:

  • quartos — fica legal tanto como parede inteira quanto como cabeceira (delimitando a área da cama);
  • sala de estar — pode ser aplicado em colunas ou em áreas específicas, como se fosse um painel televisivo;

home com parede industrial no cimento queimado

  • sala de jantar — experimente complementar a parede com um grande espelho ou uma cristaleira de vidro;
  • escritório — o espaço para home office pede um estilo decorativo mais ousado, com toque pessoal. A dica é criar uma espécie de mural com o cimento, onde as pessoas fixarão lembretes e compromissos;
  • banheiro/lavabo — funciona em todo o ambiente, mas se preferir apenas uma superfície, escolha aquela onde instalará o gabinete ou pia;
  • varanda — uma boa opção é criar uma parede de fundo para expor suas plantas. O tom do cimento fica incrível com folhagens e vasos de cerâmica;
  • cozinha — o cimento queimado favorece o acabamento de balcões e da área que fica atrás de pias e fogões (backsplash).
casa industrial

Refresher House – Projeto Studio Menin – Foto: Olhar de Arquiteto

Quais são as vantagens?

O acabamento rústico, além de ser tendência, tem pontos favoráveis que estimulam cada vez mais pessoas a adotá-lo. Entre os principais, podemos citar o baixo custo, a facilidade de aplicação (seja qual for o método empregado) e a versatilidade nas combinações.

cozinha estilo industrial com cimento queimado parede

Para não ter dúvidas, lembre-se de que o cinza harmoniza facilmente com outras cartelas de cores neutras, incluindo preto, branco e marrom. Quem deseja um toque alegre pode apostar em misturas com diferentes intensidades de amarelo, turquesa e coral, além de acabamentos metalizados.

As peças do mobiliário são as melhores opções para receber cores que complementem o cimento queimado. No entanto, para personalizar tudo conforme o seu gosto e preferências, não deixe de investir nos móveis planejados. Eles se adaptam a qualquer solução e deixam a casa com a sua cara.

E aí, o que achou das propostas para incluir paredes de cimento queimado na decoração? Esperamos que o conteúdo tenha sanado possíveis dúvidas e ajudado você a decidir sobre a melhor técnica. Agora, é só buscar o produto certo e começar a transformação.

Tem algum questionamento a fazer ou sugestão para contribuir com o post? Deixe um comentário!

Olá, tudo bem? Gostaria de informações sobre a Finger.