12Maio

4 formas de usar o classic blue na decoração

4 formas de usar o classic blue na decoração

Se você é apaixonado por decoração ou está apenas de olho nas tendências para renovar o seu espaço, precisa conhecer o classic blue, o tom escolhido pela Pantone como a cor de 2020.

Trata-se de uma tonalidade de azul que lembra o céu ao entardecer, e que é elegante, atemporal e inspira calma e tranquilidade. Chique, sóbrio e que combina com tudo. Curtiu a ideia?

Então continue lendo que vamos ensiná-lo a usar a cor em paredes, acessórios e até móveis. Tudo para você e sua casa ficarem antenados com as tendências.

O que é cor Pantone?

A Pantone é uma empresa americana famosa pelo sistema de escala de cores que desenvolveu, e é que utilizado amplamente pela indústria gráfica. Ela é uma referência tão importante quando o assunto é cor e sua transposição para superfícies que, em 1999, a Pantone começou a eleger a famosa “cor do ano” — uma tonalidade que deveria “reger” tendências no ano seguinte. A ideia pegou e começou a ser usada na moda, decoração e em tudo mais que representa novidade e o que há de mais moderno no mercado.

A escolha da cor do ano se dá por meio de pesquisas culturais, tendências sociais e análises de anseios da sociedade. A partir disso, a empresa opta por uma cor que possa tentar traduzir tudo isso e tenha grande influência no design em geral. O anúncio da escolha acontece nos primeiros dias de dezembro, aumentando o clima de expectativa para o novo ano que está chegando.

O que o classic blue, a cor do ano, representa?

E foi assim, depois de um 2019 conturbado no meio ambiente, política e economia, que a Pantone elegeu o classic blue, ou azul clássico, como a cor que deveria reger 2020.

Segundo a empresa, o tom de azul é atemporal, elegante, simples e traduz uma mensagem de confiança e empatia. Registrada sob o número 19-4052, a tonalidade ainda ajudaria a trazer paz e serenidade para os ambientes, oferecendo a sensação de proteção e impactando na capacidade de concentração e equilíbrio dos pensamentos. Uma cor de resiliência.

O tom inspira isso tudo, combina com várias tendências de decoração e “conversa” bem com outras cores para criar contrastes. Ou seja, a resiliência e a sobriedade não têm nada de sem graça quando bem trabalhadas no ambiente.

Se você gostou das possibilidades que o classic blue evoca, que tal agora conferir como e onde usá-lo?

Como utilizar o classic blue na decoração da casa?

Por se tratar de uma cor sólida, clássica e neutra, o classic blue pode ser usado facilmente em qualquer superfície: para cobertura de paredes, móveis e acessórios. Tudo vai depender da sua identificação com a tonalidade e vontade de trazer sua influência para dentro da sua casa.

1. Classic blue nas paredes

A neutralidade e sobriedade desse azul permitem que você pinte todas as paredes de um ambiente com ele, sem que fique pesado. Esse tom ajuda a traduzir a personalidade de quem mora no espaço. É uma boa cor para apostar em grafismos geométricos ou, ainda, pintar uma só parede em um ambiente claro e limpo para criar contraste.

Outra ideia interessante de contraste é pintar a parede com o tom, encobri-la com uma estante e deixar vazar a cor por alguns nichos do móvel. Dando a sensação de que seu fundo é azul, quando na verdade é a parede.

Considere também pintar o teto para ter esse contraste e ter um efeito céu de fim de tarde no seu espaço. Esse tipo de pintura dá a sensação de que o teto foi rebaixado e uma sensação maior de aconchego. Outra possibilidade é usar o tom para pintar portas ou umbrais para marcar a divisão entre espaços e ambientes.

Para se ter ideia do dinamismo do classic blue, ele pode ser usado para decorar apartamentos ou quartos de solteiros, uma parede de um quartinho de bebê ou, ainda, ajudar a destacar salas e varandas. O limite para usá-lo é a sua criatividade!

2. Classic blue em móveis

O azul clássico não te conquistou a ponto de pintar todas as paredes da sala de estar, mas você acha que ele faria um contraste incrível em algum cantinho da sua casa? Está certo! O tom intenso rouba a cena em móveis como sofás, aparadores, lavabos, armários de cozinha, estantes e todo o tipo de marcenaria. Móveis neste tom funcionam como ponto de cor em uma decoração mais clara ou podem ser complemento em um degradê com vários tons de azul.

Por ter uma tonalidade mais escura, ele vai muito bem para recuperar móveis que já estejam mais velhinhos, mas precisando de uma roupagem moderna. Considere pintá-lo de classic blue e veja o seu móvel antiguinho ganhar uma nova roupagem.

3. Classic blue em objetos de decoração

Se achar que um móvel nesta cor pode ficar muito marcante no seu espaço, você tem a opção de investir no classic blue em objetos de decoração e acessórios, que são facilmente substituídos quando cansarem. Assim, considere usar a cor em:

  • roupa de cama;
  • almofadas;
  • tapetes;
  • cortinas;
  • toalhas;
  • porta-retratos;
  • vasos de plantas;
  • quadros;
  • louças.

4. Classic blue nos cômodos da casa

Vale lembrar que a cor é muito democrática e pode frequentar todos os ambientes da casa: pode ir muito bem em armários de cozinha, paredes em quartinhos de bebê ou de crianças, varandas ou lavabos. O classic blue também funciona com vários estilos de decoração e pode aparecer muito bem na decoração retrô, clássica ou industrial. O limite é o gosto do morador pela cor e o equilíbrio com a sua decoração.

Como vimos, a cor Pantone 2020, o classic blue, além de inspirar calma e tranquilidade é muito democrática. O tom preenche com beleza elegância ambientes inteiros com paredes pintadas, móveis e acessórios, ou ajuda dar um charme extra na decoração com pequenos pontos de cor.

Aproveite para usar em armários, estantes, sofás, poltronas ou em acessórios como roupas de cama, porta-retratos ou abajures. Só não deixe de usar a cor do ano.

Agora que você já sabe tudo sobre o classic blue, que tal conhecer tendências de decoração em neo mint?

Olá, tudo bem? Gostaria de informações sobre a Finger.