24jun

O que preciso saber sobre a decoração rústica antes de investir nela?

O que preciso saber sobre a decoração rústica antes de investir nela?

A decoração rústica, em tempos marcados pela correria das rotinas agitadas, é o que muitas pessoas buscam como formas de levar uma vida mais simples e tranquila. Uma maneira de trabalhar essa mudança é incorporar características como simplicidade e conforto à arquitetura de interiores. Entre tantas possibilidades de temas, a decoração rústica ganha destaque quando o objetivo é deixar a casa mais aconchegante e convidativa.

Charmosa e inspirada em diversos elementos da natureza, essa composição funciona tanto em cabanas do interior quanto em apartamentos de grandes áreas urbanas. Não é à toa que cada vez mais pessoas querem incluir um toque de rusticidade aos ambientes residenciais.

E você, tem interesse em saber mais sobre o estilo, suas características e dicas para aplicá-lo? Acompanhe os próximos tópicos e se inspire com as nossas ideias!

Como é a decoração rústica?

No dicionário, o termo “rústico” é definido como algo relacionado ao campo e próprio da zona rural. Trata-se de um estilo que remete à vida campestre, geralmente associada a uma rotina calma, livre de frescuras e de exageros. É possível perceber as mesmas características na decoração dos ambientes, já que costumam ter pouca ornamentação e acabamentos simples.

A definição pode passar a impressão de um tema sem graça e pouco atrativo, mas isso não é verdade. Com os elementos certos e a orientação de um especialista, é possível adaptar o visual para compor projetos contemporâneos com ambientes chiques, elegantes e cheios de personalidade.

A proposta é apenas se inspirar no estilo para obter a atmosfera do campo dentro de casa. Isso significa que cores, materiais e outros recursos podem ser adicionados conforme a preferência de quem mora no local, sempre buscando um equilíbrio entre a ideia inicial e os desejos posteriores.

Para ter uma ideia sobre a estética, saiba que os espaços rústicos costumam apresentar:

  • cores da natureza —  variações de verde, de marrom e de tons presentes em outras matérias-primas;
  • materiais naturais — pedras e madeiras são os preferidos;
  • plantas —  a adição da vegetação ocorre com o uso de plantas ornamentais, especialmente folhagens;
  • acabamento artesanal — móveis com desenho diferenciado (formas irregulares) e objetos feitos à mão;
  • clima intimista — geralmente proporcionado pelo uso de luz amarelada aliada ao tom quente das madeiras claras ou escuras;
  • tecidos diversos — peças com diferentes tramas e tipos de fibras ajudam a espantar o frio.

Como pode imaginar, a decoração rústica é perfeita para conquistar o clima bucólico das montanhas e florestas. Portanto, se você se identifica com a atmosfera tranquila e acolhedora desse estilo, vale a pena incluir algumas referências nos principais cômodos.

Como aplicar esse estilo em casa?

Uma boa forma de se inspirar é observar os detalhes das construções presentes em chácaras e em sítios rurais. Muitos desses espaços trazem a estética rústica e peças típicas do estilo: bancos desenvolvidos com troncos de árvores, mesas feitas com rodas de carroça, placas de madeira contendo frases, entre outros itens.

Também temos algumas dicas importantes para ajudar na composição.

Combine cores quentes e luz indireta

Tons que lembram matérias-primas naturais são cruciais nesse estilo de decoração rústica. Mesmo que cores frias façam parte, como o verde e o marrom, a maioria das grandes superfícies tem cores quentes: um piso de madeira avermelhada, uma parede de tijolinho maciço (laranja), uma divisória de bambu seco (que puxa para o amarelo) etc.

São ótimas nuances porque aquecem visualmente e agregam conforto aos espaços, principalmente aqueles que usamos para relaxar, como a sala de estar e os quartos.

Uma forma de potencializar esses efeitos é adicionar luminárias com lâmpadas amarelas em vários lugares. Elas podem ser combinadas com candelabros, castiçais, lamparinas e até arranjos de velas — a mistura criará jogos de luz e sombra interessantes.

Invista em móveis com aspecto artesanal

A mobília tem papel fundamental na aparência descontraída da decoração rústica. Para esse tipo de composição, prefira peças com formas diferenciadas, sem muita perfeição nas linhas e bordas. Design curvo e contornos orgânicos são boas pedidas na maioria das peças, principalmente aquelas feitas com madeira.

Sofás, poltronas e cadeiras podem ter partes estofadas para deixar tudo mais aconchegante. Além da madeira, vale apostar em modelos feitos de couro, palha e tecidos macios. Em lojas de planejados você pode encomendar peças especiais para o estilo. É uma boa escolha para determinar as cores, acabamentos, tamanho e estilo dos móveis.

Trabalhe com texturas e revestimentos naturais

Não dá para negar o poder das texturas em uma decoração inspirada no tema rústico. Como os ornamentos não são o forte da composição, é importante apostar em peças com relevos, que tenham diferentes fibras e volumes para preencher os vazios e agregar informação.

Portanto, escolha boas cortinas, tapetes, toalhas de mesa, trilhos e jogos de banheiro. Muitas dessas peças podem ter cores fortes para criar contrastes sobre o fundo amarelado. Também é interessante dispor mantas de retalhos (patchwork) sobre cadeiras, camas, sofás e bancos, a fim de deixar essas superfícies decoradas e agradáveis ao toque.

Com relação aos revestimentos, priorize aqueles feitos com materiais naturais. Pode ser um rodapé de madeira de demolição, um painel com pedra canjiquinha (ou outro corte irregular) ou uma bancada de mármore. Produtos que simulam a aparência desses recursos, como as cerâmicas e porcelanatos, também são bem-vindos.

Decore com plantas e utensílios funcionais

A ausência de ornamentação não impede que você complemente as áreas da casa com itens específicos. Como o objetivo é agregar simplicidade à rotina, para a decoração rústica, aproveitar os utensílios e objetos que oferecem alguma utilidade: cestos, jarros, bandejas, caixas organizadoras, caixotes, fruteiras etc.

Esses elementos devem ficar expostos como se fizessem parte da decoração rústica. Ao mesmo tempo que embelezam a residência, facilitam o dia a dia dos moradores por terem alguma finalidade além da estética. Na cozinha, por exemplo, vale deixar conchas, louças, canecas e toalhinhas à vista por meio de ganchos ou prateleiras.

Para finalizar, não hesite em levar um pouco de verde a cada cantinho. Nas áreas internas, os vasos ou suportes pendentes com espécies pequenas (cactos e suculentas) são as soluções mais indicadas. Em varandas e quintais, você pode instalar uma grade ou painel para compor um jardim vertical repleto de folhagens.

E então, ficou com vontade de aplicar a decoração rústica na próxima reforma? Aproveite para refletir sobre os resultados desse estilo e tomar uma decisão. Lembre-se de que a mudança deve ser acompanhada de um profissional que possa apresentar as melhores soluções de produtos e materiais para seu projeto.

Quer saber mais sobre o tema rústico e outros tipos de decoração? Acesse o nosso próximo post e descubra qual estilo mais combina com você!

Olá, tudo bem? Gostaria de informações sobre a Finger.