19nov

High tech design: saiba como aplicar essa tendência em seus projetos

High tech design: saiba como aplicar essa tendência em seus projetos

Querido nos Estados Unidos e em diversos países da Europa, o high tech design é uma tendência que vem ganhando espaço no Brasil também. Essa perfeita harmonia entre arquitetura, tecnologia e design resulta em projetos diferenciados, modernos e eficientes — além, é claro, daquele toque de modernidade e sofisticação no seu projeto.

Que tal conhecer mais sobre essa tendência e entender como aplicá-la em sua casa ou escritório? É só conferir as dicas a seguir!

O que é high tech design?

O estilo high tech chegou à arquitetura por volta da década de 70, do século XX, como uma expressão de recuperação e retomada do desenvolvimento em países europeus e nos EUA. E, atualmente, expressa criatividade e modernidade, além de sustentabilidade e dinamismo. Esse estilo é caracterizado por um uso intenso da tecnologia, desde a criação do projeto, passando pela execução das obras, até o estilo de decoração e de design dos ambientes.

Ele é associado a estruturas inteligentes, à otimização de recursos e materiais, ao reuso, à eficiência, à funcionalidade e à sofisticação. Dessa forma, automação de sistemas, uso de energia solar, reuso de materiais e aplicação de peças e soluções “smart” e mais ecológicas fazem parte do conceito high tech design. Um exemplo dessas peças é o espelho inteligente.

Como esse estilo pode ser aplicado em interiores?

Conforme dissemos, a tecnologia está presente em todas as etapas do projeto, desde a concepção da ideia. A seguir, vamos mostrar e apresentar dicas de como o estilo high tech pode aparecer nos projetos de design de interiores, com uma decoração moderna e funcional. Veja só!

Iluminação

A iluminação é um dos itens mais importantes de um projeto e está diretamente ligada à eficiência e ao estilo escolhido. E é também a cara do high tech design. Em se tratando de projetos altamente tecnológicos, a “menina dos olhos” é a energia solar.

Outro traço da decoração bem tecnológica é a forte presença de lâmpadas tanto como forma de iluminação quanto para dar um charme ao ambiente. Elas estarão por várias partes dos espaços, sendo inseridas até mesmo no mobiliário.

Fluidez do espaço

Espaços clean, simples e que abrigam o necessário para a funcionalidade e o conforto do usuário desse ambiente garantem ao estilo high tech locais com poucos móveis, uma decoração funcional e sem excessos de itens ou detalhes. A proposta visual do high tech design oferece decorações simples, que favorecem a fluidez dos espaços e do fluxo de pessoas que vão interagir com esses locais.

Materiais

A arquitetura high tech leva em conta a sustentabilidade, a simplicidade e o conforto das pessoas no ambiente, considerando temperatura, sons e ventilação natural, entre outros. Por isso, e de acordo com as características já mencionadas, os principais materiais usados para acabamentos, mobiliário, divisão de espaços e itens decorativos são:

  • metal;
  • vidro;
  • alumínio;
  • aço inox.

Cores e traços

Esse estilo se assemelha em alguns aspectos ao estilo industrial, por exemplo, em relação a móveis e espaços funcionais, cores mais neutras e acabamentos e instalações como parte da decoração do ambiente. Mas o high tech design é marcado por ambientes com um visual bem mais “clean”, com cores neutras sim, mas em tons mais claros e com linhas e traços mais retos e planos.

O uso da tecnologia nos mais diversos projetos de arquitetura faz com que sejam mais interessantes e atraentes para o público, esbanjando modernidade e personalidade, e representa também uma excelente forma de aliar design e elegância à sustentabilidade. E tem mais: o high tech design pode aliar-se a outros estilos e criar uma proposta visual diferenciada, cheia de conceito e personalidade.

Se você curtiu essas dicas, temos muito mais para compartilhar com você. Acesse nossas redes sociais e confira nossas inspirações!

Olá, tudo bem? Gostaria de informações sobre a Finger.