25jul

8 dicas para adotar uma decoração sustentável em 2022

8 dicas para adotar uma decoração sustentável em 2022

Pessoas e empresas estão cada vez mais interessadas em aprender formas de preservar o ambiente. Tanto que, com bastante frequência, é possível ver soluções da decoração sustentável entre as tendências de arquitetura. Essa proposta segue três princípios básicos: reduzir, reutilizar e reciclar.

Pensando nos termos, você consegue criar espaços alinhados ao conceito da sustentabilidade para ajudar nos cuidados com o planeta e seus recursos. Lembre-se de que as iniciativas individuais são tão valiosas quanto as do coletivo, porque ajudam a amenizar o impacto das ações humanas em diversos espaços.

Que tal começar essa mudança positiva no seu próprio lar? Veja algumas dicas!

design-sustentavel

1. Aposte no minimalismo

Esse movimento é associado a termos como pureza e simplicidade justamente por priorizar o essencial. Seu nome já indica a rejeição aos excessos e exageros, de modo a garantir que tudo tenha uma função a cumprir no ambiente. Isso faz com que case muito bem com a ideia de decoração sustentável.

estilominimalista

O minimalismo vai contra o consumo impulsivo de diferentes produtos, o que inclui itens domésticos. É um estilo que ajuda a valorizar o que existe e ainda tem utilidade no local de moradia. Ou seja, não há lugar para o acúmulo desordenado de coisas e, consequentemente, desperdício.

2. Deixe a luz natural entrar

O sol entrega claridade suficiente para dentro de nossas casas. Com exceção dos dias chuvosos e nublados, é possível aproveitar apenas a energia da grande estrela para manter as construções iluminadas. Para isso, no entanto, você precisa manter as janelas, portas e varandas livres de obstáculos.

Sala Living Soul Collection

Sempre que possível, abra as cortinas ao máximo e afaste elementos volumosos das aberturas do imóvel. Um armário ou até mesmo um conjunto de prateleiras pode acabar bloqueando a entrada da luz natural. Com esse cuidado, dá para manter muitas lâmpadas desligadas e poupar eletricidade.

3. Prefira bases e fundos neutros

Os recursos atemporais têm tudo a ver com decoração sustentável por não serem afetados pelo tempo. Ao inseri-los em um projeto de interiores, por exemplo, você mantém a linguagem adequada por muitos anos, evitando a necessidade de substituir materiais, acabamentos e até mesmo acessórios.

cores neutras - dormitorio planejado - quarto planejado

Projeto: Danieli Bonatto – Fotos: Rudimar Razador – Execução: Atrativa Finger Concórdia

Um bom jeito de trabalhar a atemporalidade é investir em uma paleta de cores neutras na base dos ambientes. As tonalidades claras (branco, bege e cinza) são discretas e harmonizam com praticamente tudo, sendo perfeitas para cobrir as paredes e os pisos. Também refletem melhor a luz para distribuí-la por todos os cômodos.

4. Reaproveite peças em bom estado

Já que a ideia é conter a geração de resíduos, por que não dar uma nova utilidade a peças que ainda estão com as suas características preservadas? Se um aparador perdeu espaço no hall de entrada, ele pode ganhar lugar de destaque no quarto como penteadeira. Basta fixar um espelho na parede acima do tampo e posicionar um banquinho em frente ao móvel.

Componentes menores também são bem-vindos no reaproveitamento. Experimente usá-los de outras maneiras ou fazer customizações com uma pitada de criatividade. Um conjunto velho de xícaras pode servir de suporte para plantas suculentas, ao passo que garrafas de vidro se tornam ótimos suportes para arranjos de flores.

5. Escolha materiais ecológicos

Outro ponto essencial para ter uma decoração sustentável é selecionar melhor os materiais construtivos e de acabamento. Muitas marcas desenvolvem insumos que não levam tanto tempo para se degradar após o descarte. Alguns, inclusive, podem ser facilmente reciclados quando recebem a destinação correta.

Beneficios de ter plantas em casa infografico

Há desde bioplástico e argamassa de argila até tintas ecológicas, a maioria feita à base de terra ou cal. O importante é estar sempre de olho nas inovações lançadas pelas empresas que fornecem esses tipos de produtos, além de pesquisar sobre o processo produtivo, as parcerias existentes e a procedência das matérias-primas.

6. Invista em móveis de qualidade

Peças com boa durabilidade são aliadas de quem preza a sustentabilidade. Por isso, seja exigente quanto à qualidade da mobília, desde as estruturas maiores até os nichos e as prateleiras. Vale até garimpar modelos antigos para incrementar os novos, desde que tragam características como resistência e acabamento impecável.

sala de estar

Projeto: Josi Barros – Execução: Finger Haus Centro Sul

Uma opção inteligente para não precisar trocar os móveis tão cedo, reforçando as propostas do minimalismo e da atemporalidade, é investir em um projeto de planejados. Dessa forma, você consegue definir desde as cores até os ornamentos presentes nas peças, ajustando cada detalhe ao ambiente e às necessidades dos moradores.

7. Compre de empreendedores locais

A decoração sustentável também passa pela escolha consciente dos produtos que você compra. Em vez de ficar sempre atrás de grandes lojas e comércios eletrônicos que entregam para todo o Brasil, que tal dar uma olhada na produção local? Pode ser que você se surpreenda com a quantidade e a qualidade das criações feitas por empreendedores da sua cidade.

estante metálica

Projeto: Josi Barros Arquiteta – Execução: Finger Casa Forte – Fotos: Filippe Ramos

Pense que as mercadorias que vêm de longe precisam ser empacotadas e transportadas por vários quilômetros. Isso aumenta o consumo de embalagens, de combustível e as perdas ao longo do caminho, resultando em desperdício. Então, sempre que puder, compre de quem está perto. Esculturas, peças de macramê, bibelôs e quadros são apenas alguns exemplos de artigos.

8. Busque eficiência energética

Diminuir a conta de luz é bom para o bolso e o meio ambiente, e há muitas formas de atingir esse objetivo. Uma delas é apostar em aparelhos e equipamentos modernos, que consomem menos energia elétrica sem perda de desempenho. Você descobre os mais econômicos ao conferir a etiqueta com o selo de eficiência energética na hora da compra.

Outra atitude valiosa é cumprir os serviços de manutenção dos eletrônicos dentro do prazo estabelecido pelos fabricantes. Respeitar a periodicidade ajuda a identificar defeitos nos sistemas e realizar a limpeza de componentes antes que a situação se agrave, acarretando aumento do consumo, do desperdício e dos gastos mensais.

O bom é que, com a infinidade de ideias difundidas em diferentes espaços da internet, fica fácil encontrar soluções que se encaixam nas suas preferências estéticas. Blogs e sites com foco em imagens ou representações de projetos, como o Pinterest, são boas fontes de dados sobre decoração sustentável.

Se você gostou do artigo, compartilhe-o nas suas redes sociais para que outras pessoas tirem proveito das dicas!

solicite orcamento moveis planejados personalizados

SOLICITE UM ORÇAMENTO