28fev

Plantas para apartamento: 6 espécies que se adaptam bem

Plantas para apartamento: 6 espécies que se adaptam bem

Motivos não faltam para pensar em plantas para apartamento: além de muito importantes para a decoração do ambiente, elas trazem vários benefícios mentais e físicos. Elas funcionam como uma verdadeira peneira da poluição de lugares fechados, além de reduzir o estresse.

Sabendo de tudo isso, o único motivo de não ter começado seu jardim interno é não saber por onde começar e o que considerar antes de comprar as plantas. Afinal, para quem ainda não é “mãe ou pai de planta”, são diversas as informações que é preciso aprender para que elas cresçam bonitas e saudáveis,

Por isso, preparamos este texto com as melhores dicas para você se preparar para ter as plantinhas em seu apartamento o mais rápido possível. Continue acompanhando e saiba também quais são as plantas ideais para esse ambiente. Boa leitura!

plantas no lar - biofilia

1. Por que ter plantas no apartamento?

Se você nunca foi uma pessoa fã de plantas e está começando a entrar neste mundo agora, é importante saber que este é o momento para rever isso. Confira os principais motivos para tê-las no apê!

Purificam o ar e melhora da saúde

Investir nas plantas vai muito além de embelezar os ambientes. Afinal, elas são uma excelente opção para melhorar a saúde das pessoas que moram no apartamento, especialmente pela capacidade que elas têm de filtrar os poluentes. Algumas plantas são capazes de absorver as partículas com mais eficiência, mas geralmente todas as espécies podem melhorar a qualidade do ar dos ambientes.

plantas purificam o ar

1.2. Proporciona uma decoração mais colorida

Um apartamento sem planta é um apartamento sem vida. A colocação de plantas no apê vai trazer mais vida e um toque de cor que todos os cômodos merecem. Mesclar o uso de plantas floridas e de plantas sem flores é fundamental para uma decoração mais bonita, com uma orquídea na mesa ou uma palmeirinha no canto.

decoração colorida com plantas no apartamento

1.3. Permitem cuidar da natureza

Cuidar das plantas é algo que vai tornar você ainda mais ligado à natureza quando, normalmente, nas cidades grandes, não é possível ter esse contato direto. Logo, inserir plantas no apartamento é algo sensacional. Você também pode utilizar isso para criar um plantscaping em sua casa.

1.4. Contribuem para uma sensação de bem-estar

As plantas ajudam as pessoas a ficarem mais otimistas e calmas, contribuindo para uma sensação de bem-estar. Além disso, as plantas reduzem a pressão sanguínea por causa da sua natureza de aliviar o estresse, o que melhora muito a qualidade de vida.

bem estar com plantas e mudanças

1.5. Melhoram o sono

Sim, as plantas vão ajudar a melhorar a sua noite de sono. Algumas espécies, como as gérberas e as margaridas, liberam oxigênio à noite. Por isso, ao colocar tais plantas próximas à sua cama no apartamento, você vai ter oxigênio extra, o que vai proporcionar um sono bem mais leve.

1.6. Ajudam a refrescar o ambiente

Outro ponto que as plantas ajudam é a amenizar o calor. Então, se quer uma opção mais natural, bonita e eficiente para tornar o seu ambiente mais confortável e fresco, você pode optar por utilizá-las na decoração.

Isso acontece porque elas evaporam água ao longo do dia e, assim, aumentam a umidade do ar no ambiente, junto com a liberação de oxigênio. Muito bacana, não é mesmo?

1.7. São uma distração para o seu dia a dia

O fato é que cuidar de plantas é uma ótima terapia! Esse tipo de atividade acalma, alivia a ansiedade e pode ser um hobby interessante. Afinal, nas correrias do dia a dia, estamos tão acostumados às correrias do dia a dia que perdemos a oportunidade de vivenciar um contato maior com a natureza.

Assim, os cuidados diários com regá-las, trocar a terra e sentir o cheiro da terra molhada ajudam a relaxar no cotidiano. Além disso, percebeu seus cuidados dando resultados, ao ver suas plantas bonitas, não tem preço! Aproveite para utilizá-las para criar uma decoração sensorial.

2. O que é preciso considerar antes de comprar suas plantas?

Veja o que você deve considerar antes de investir nas plantas!

2.1. Iluminação

Antes de tudo, é importante saber que toda planta necessita de luz. Caso contrário, elas não vão poder realizar a fotossíntese. Então, nem pense em tentar criar mudas em um banheiro sem janelas ou em um local extremamente fechado do apartamento.

plantas iluminadas

O que possibilita que certas plantas sejam criadas em ambientes de quatro paredes e outras não é exatamente a quantidade de luz que elas necessitam. As espécies podem ser classificadas em três grupos de acordo com essa característica: as de sombra, as de meia-sombra e as de pleno sol.

Você pode optar por espécies que não precisam de regas frequentes e que se adaptam a situações de meia-sombra ou sombra e meia-sombra. Plantas de meia-sombra adoram receber o sol do fim da tarde ou da manhã, enquanto as plantas de sombra preferem luz indireta, que seja filtrada pela cortina ou pela janela. Analise a luminosidade do ambiente em que você mora antes de comprar uma espécie, lembrando sempre de pesquisar as particularidades da planta escolhida.

2.2. Água

Poucas plantas internas precisam ser regadas todos os dias. Sem incidência direta do sol, a água do solo vai levar mais tempo para secar. Então, se você insistir em regas diárias, as raízes das plantas vão ficar encharcadas e, com o passar do tempo, vão apodrecer.

jardim vidro

Embora cada espécie tenha uma preferência, é bem difícil errar seguindo essa dica: uma rega por semana no inverno e duas regas por semana no verão.

2.3. Sem correntes de ar

Lembre-se de que vento muito intenso também pode queimar e ressecar as folhas das plantas. Por isso, escolha um local adequado no apartamento. Por fim, é bom lembrar que você precisa dedicar um tempo para cuidar das suas plantas, por isso avalie quanto tempo livre você tem para esse cuidado, atentando-se sempre para a demanda da espécie escolhida.

3. Quais são as melhores plantas para apartamento?

Veja a seguir quais são as melhores plantas para o seu apartamento!

3.1. Lança de São Jorge

Essa é uma das espécies de plantas mais recomendadas para cultivo dentro de apartamento. Além de ser uma planta bem fácil de cuidar, ela demanda quase nada de adubação e poucas regas. A Lança de São Jorge se desenvolve perfeitamente em ambientes de baixa luminosidade, sendo uma ótima opção para aquele canto da sala sem muita luz.

3.2. Mini cacto

O mini cacto é um cacto que não precisa de luz. A espécie não deve jamais ser exposta à luz direta do sol, desenvolvendo-se bem melhor em locais fechados. Sua rega precisa ser feita sempre que a terra estiver seca, o que ocorre aproximadamente uma vez por semana.

mini cactos pro lar

3.3. Palmeira-ráfis

Essa é uma planta muito querida quando se fala de rusticidade e de ambientes internos. Ela precisa ter um solo com boa capacidade de drenagem, deve estar próxima de portas e de janelas e, dependendo do tamanho do vaso, precisa ser regada uma ou duas vezes por semana. Como são palmeiras, essas plantas decoram o ambiente, trazendo bastante tropicalidade para os ambientes internos.

palmeira rafis planta interna

3.4. Pleomele

A Palmeira Leque é uma opção de palmeira muito bela para ser cultivada em apartamentos e casas. As folhas verdes de aparência plissada e brilhantes garantem uma beleza única a espécie. Para cuidar dessa planta, é preciso mantê-la em ambientes de luz difusa, e a rega deve ser feita entre duas e três vezes por semana.

3.5. Rosa de pedra

Esse é um tipo de suculenta que está fazendo muito sucesso na decoração clássica de interiores devido ao seu formato que se parece muito com uma rosa tradicional. A Rosa de Pedra, como toda suculenta, não exige muitos cuidados. A dica é sempre regar pouco, somente quando o solo estiver seco. Essa é uma planta que se desenvolve melhor sob o sol, mas que também pode ser cultivada a meia sombra.

suculenta rosa de pedra

3.6. Jiboia

Essa é uma planta que pode ser cultivada na sombra, não exigindo muito em relação a regas e solos. A jiboia se desenvolve rapidamente e poder ser usada tanto como planta pendente quanto trepadeira. Essa é uma das plantas apontadas para purificar ambientes, garantindo diversos benefícios para a qualidade do ar.

planta jiboia pro lar

3.7. Begônia

Essa é uma planta que se adapta facilmente a apartamentos, e com flores lindas. Fica bem em cômodos pequenos, já que atinge, no máximo, 30cm de altura. Ela deve ficar longe de luz direta e do sol, ainda que precise de iluminação. Ao regar, evite molhar as folhas, priorizando a terra.

3.8. Pau d’água

É um arbusto que dá um toque muito bonito nos ambientes. Fica bem, por exemplo, para decorar escritórios e mesas. Ela é bastante resistente a, por exemplo, ar-condicionado, o que faz com que possa se adaptar bem a ambientes com esse aparelho. O pau d’água não precisa ficar exposto diretamente ao sol e deve ser regado apenas quando a superfície da terra estiver realmente seca.

3.9. Zamioculca

Outra planta tradicional de ambientes internos, mas ainda não tão conhecida, ela é de baixa manutenção, sem perder beleza mesmo quando você esquece de cuidar dela por uns dias. Ideal para quem tenha vida corrida e deseja ter uma planta fácil de cuidar, só precisa ser regada uma vez por semana e consegue se adaptar tanto em ambientes muito ou pouco iluminados. O cuidado maior é evitar o contato direto com o sol, pois pode queimar as folhas.

3.10. Violeta

Outra planta extremamente tradicional de ambientes internos, a violeta é uma planta versátil. Com diversas cores, você pode escolher entre as opções que mais combinam com a decoração do seu apê e pode ficar bem em parapeitos de janelas. Para que fique bem, deve ser exposta apenas à luz indireta, bem como regá-la apenas duas vezes por semana, borrifando levemente nas folhas.

Quais cuidados ter com plantas de apartamento?

plantas para apartamento

As plantas cultivadas dentro dos apês merecem cuidados especiais, já que elas não terão as mesmas condições encontradas em jardins e locais abertos. Assim, para ela ficar linda como você espera, você deve:

  • optar pelos vasos certos: os mais recomendados para ambiente interno são os de cerâmica, pois evitam excesso de umidade e permite a raiz da planta a respirar;
  • adubar periodicamente: elas devem passar pelo processo a cada dois ou três meses;
  • atentar-se para os tipos de plantas que dependem de uma maior ou menor luminosidade;
  • ter cuidado ao regar: veja se a terra ainda está úmida, parcialmente ou totalmente seca. Alguns tipos de plantas se dão melhor em ambientes mais secos, então fique atento a isso.

Enfim, após escolher a espécie mais adequada para decorar o interior do seu apartamento, é o momento de cuidar bem e garantir que elas vivam. Afinal, até as plantas mantidas em apartamentos não estão a salvo dos eventuais danos. É preciso usar uma tesoura de jardinagem para aparar o crescimento excessivo e também as folhas doentes. Invista nas plantas e garanta um design sustentável para o seu apartamento!

E aí, gostou do artigo? Ficou alguma dúvida sobre esse tema? Ou ainda, indicaria outras plantas? Conte para a gente nos comentários!

Olá, tudo bem? Gostaria de informações sobre a Finger.