22jan

Espaço pet em casa: como montar um cantinho para cães e gatos?

Espaço pet em casa: como montar um cantinho para cães e gatos?

Os bichos de estimação representam a companhia perfeita para todas as horas, tanto que muitos são tratados como membros da família. Criar um local exclusivo para eles é uma forma de retribuir todo o amor e o carinho que transmitem aos seus tutores, e você pode fazer isso com a montagem de um espaço pet em casa.

Esse cantinho deve proporcionar conforto, segurança e diversão na medida certa. As dicas que trouxemos foram pensadas para cães e gatos, mas é totalmente possível adaptar algumas ideias para atender a outros animais domésticos.

lavanderia e espaço pet

Que tal conferi-las e começar a executar o seu próprio projeto?

Escolha um local especial

O primeiro passo é definir a área que vai receber as soluções para os bichanos. Nesse momento, considere os hábitos gerais da espécie e, claro, a personalidade de cada animal. Quanto mais características forem levantadas na etapa do planejamento, mais chances você terá de acertar na decisão.

Muitos gatos, por exemplo, gostam de deitar e pegar sol em determinados horários. Isso significa que vão adorar um espaço que proporcione um pouco da energia da luz natural — seja no período da manhã, seja no fim da tarde.

Já os cachorros tendem a ser mais dependentes da atenção de seus tutores. Para eles, um lugar que permita a visualização das pessoas ao longo do dia pode ser a melhor escolha, visto que a presença humana faz com que se sintam amados e protegidos.

Use móveis planejados

Essa é uma das opções mais recomendadas para personalizar o projeto. Afinal, os móveis planejados podem ser concebidos de acordo com suas preferências em relação a vários detalhes: estilo, dimensões, acabamentos, entre outros detalhes.

Você consegue definir as características das peças para aproveitar cada centímetro do ambiente, além de manter uma estética harmônica. O ideal é usar os planejados para criar estruturas diferenciadas, nas quais os animais possam descansar ou gastar energia.

espaço pet

Projeto: Arquiteto Luis Renato Machado – Execução: Edy Planejados

Criatividade é a chave para pensar em soluções que melhorem o espaço pet em casa. Então, converse com os profissionais responsáveis pelo projeto, apresente todas as suas ideias e ajude a construir um refúgio agradável para seus bichinhos.

Instale nichos, ganchos e prateleiras

Essas peças são aliadas de quem tem muita coisa e precisa manter a casa organizada. Isso porque reduzem a quantidade de itens espalhados pelo chão e outras superfícies, como tampos e compartimentos de móveis.

Quem é tutor de pet sabe que os brinquedos, petiscos e acessórios parecem brotar de todos os cantos. Por isso, uma dica eficaz para guardar esses produtos ou materiais é prever a instalação de nichos, ganchos e prateleiras no espaço recém-projetado.

Essas estruturas suspensas ajudam a verticalizar o ambiente, deixando tudo em seu devido lugar e apenas ao alcance dos tutores. Para os gatos, inclusive, as peças fixadas nas paredes servem como parque de diversões, já que permitem explorar o cenário de outros ângulos.

Aproveite locais pouco comuns

Você mora em apartamento pequeno ou tem pouca área disponível em casa? Calma, pois tudo tem uma saída. Se parar para refletir e observar os ambientes nos mínimos detalhes, verá que existem muitos cantinhos pouco aproveitados.

Um bom exemplo é o vão sob uma rampa ou escada, que pode receber divisórias e se transformar em uma espécie de depósito. Quer melhor maneira de otimizar o espaço e, de quebra, ficar livre da temida bagunça? Vale lembrar que um projeto de móveis planejados também funciona nesses casos.

Outras áreas pouco utilizadas são os corredores e cantos dos recintos menores, como a lavanderia. Em locais como esses, você pode empilhar caixas organizadoras que contenham materiais utilizados pelos bichinhos. É uma forma de manter a organização em dia.

Pense em proteção contra riscos

Segurança também deve ser prioridade na montagem de um espaço pet em casa. Muitas vezes, focamos no lado simples do projeto e deixamos a proteção de lado por não ser um processo tão divertido. Ainda assim, cada esforço compensa para manter os bichinhos livre de riscos.

Sabemos, por exemplo, da necessidade de manter tudo limpo com mais frequência quando o ambiente é frequentado por pessoas e animais. Ainda assim, tenha cuidado para que os produtos químicos fiquem fora do alcance dos pets. O ideal é deixar as embalagens dentro de armários ou depósitos fechados.

Outro ponto que demanda atenção é a liberdade dos animais, pois deve estar limitada a locais que não ofereçam prejuízos à saúde e ao bem-estar deles. Então, não hesite em instalar redes de proteção nas janelas, cercar o terreno ou colocar grades em aberturas que direcionem para a rua.

Também retire do ambiente as plantas venenosas ou que causam algum tipo de irritação. Se você cuida de pets ainda filhotes, sabe que eles têm a mania de roer qualquer objeto que encontram pela frente. Então, evite deixar fios elétricos, cabos e carregadores expostos.

Considere as necessidades do pet

Embora não tenham rotinas tão regradas quanto as dos humanos, os animais também ocupam seus dias com diferentes atividades. É legal, portanto, que o espaço projetado englobe o máximo de elementos necessários para o bem-estar dos pets.

Veja abaixo a lista de itens que não podem faltar nesse ambiente:

  • brinquedos — bolinhas, bichos de pelúcia, novelos e outros acessórios são imprescindíveis para a diversão de cães e gatos. Se tiver bastante área disponível, você pode até incluir brinquedos maiores, como aqueles usados em estruturas para circuito;
  • água e alimentos — se não estiverem no próprio espaço pet, os potes com ração e água precisam permanecer próximos deles. Assim, você garante que o animal estará sempre hidratado e sem fome;
  • caminha — casinhas, almofadas e tapetes são ótimos complementos para o projeto, visto que momentos de descanso também são necessários entre uma brincadeira e outra;
  • banheiro — o cantinho onde o pet faz suas necessidades também deve estar acessível a partir do novo espaço. Então, mantenha a grama sintética, o tapete higiênico ou a caixa de areia em um lugar fácil de encontrar.

Agora ficou fácil montar um ambiente adequado para seus amigos de quatro patas! Recomendamos que, sempre que possível, você procure as vantagens dos móveis planejados. Eles vão promover o equilíbrio visual do espaço pet em casa e deixar todos os ambientes domésticos integrados.

Se você curtiu as dicas deste artigo, compartilhe-o em suas redes sociais! Assim, mais pessoas terão ajuda extra ao montar um cantinho especial para seus fiéis companheiros.

Olá, tudo bem? Gostaria de informações sobre a Finger.